Marcadores

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Novo velho amigo


Sempre estivemos juntos
Mas já não vejo alguns
Por onde andam meus bons amigos?
Terá restado algum?

Na falta de um velho amigo
Vêm-me os novos,
Tratam-me como se fosse antigo
Ensinam-me alguns modos

Jamais esquecerei meus velhos amigos,
Os que me confortaram
Ou me puseram em perigo

Tão pouco os novos esquecerei
Ainda há muito oque aprender com eles,
Há tanta coisa que ainda não sei.






4 comentários:

  1. Oi Mario,

    Entendo que temos que estar abertos para novos amigos com o cantinho dos velhos.

    Lu

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Que fofo esse poema, gostei muito (:
    Estou seguindo o blog
    beijoos

    saahandradee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. É bom, porém precisa ficar atento com a ortografia.

    Você leva jeito para escrever, o que em muitos blogs eu não vejo, basta você praticar mais e é exatamente isso que você está fazendo. Gosto da forma como escreve.

    Mas se não quiser estudar ortografia, passe a ler mais livros. A má ortografia empobrece qualquer texto, a menos que você invente palavras.

    ResponderExcluir
  4. *-*
    Muito muito muito massa o blog.
    Tanto em relação a design, como conteúdo.
    Parabéns e sucesso.

    Se quiser voltar no meu, tem postagem nova la.

    Beijos

    Ps:
    Postagem nova : http://bruhbrito.blogspot.com.br/2013/02/ja-faz-um-tempo-que-nao-tenho-um-tempo_8.html

    Blog : http://bruhbrito.blogspot.com.br/

    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir